PDF: Fratura coronorradicular: uma abordagem multidisciplinar

Uma fratura coronorradicular é definida como uma fratura que envolve esmalte, dentina e cemento. 

Fratura-coronorradicular


Essas fraturas podem ser classificadas como complicadas, quando há envolvimento pulpar, e não complicadas, quando o mesmo não ocorre

► Leia também: PDF: Amelogênese imperfeita em paciente nefropata: relato de uma reabilitação oral conservadora

Esse tipo de fratura compreende 5% das lesões traumáticas que afetam a dentição permanente e 2% das lesões que ocorrem na dentição decídua.

Os fatores etiológicos mais comumente associados a essas fraturas durante a infância são as quedas; na adolescência, está relacionada à prática de esportes e, em adultos, à acidentes automobilísticos. 

Traumas relacionados à violência também foram relatados na literatura. O dente mais comumente afetado é o incisivo central superior, cujo trauma pode gerar problemas funcionais, estéticos e fonéticos.




Tráfico Semanal

ANF

Get our newsletter