Diagnóstico diferencial de hemangioma por meio da vitropressão

O hemangioma é uma neoplasia benigna ou um hamartoma, cuja principal característica é a proliferação de vasos sanguíneos. Sua etiologia está ligada a anomalias congênitas, traumas físicos, estímulos endócrinos e inflamatórios de etiologia desconhecida. A principal queixa dos pacientes portadores de hemangiomas é o distúrbio estético. Dependendo do tamanho e da localização, podem ocasionar assimetria facial ou interferir na função dos órgãos envolvidos. Quando localizadas no assoalho da boca, essas lesões causam problemas funcionais, associados à mastigação, deglutição e fala. Os hemangiomas devem ser distinguidos das mucoceles, das manchas e malformações vasculares e de outros tumores vasculares da infância. Diante desta informação, o diagnóstico diferencial pode ser estabelecido de forma simples e segura pela anamnese, exame clínico, e por manobras semiotécnicas, como a vitropressão.




Seu tratamento é um tema muito discutido na literatura, desde a proservação, radioterapia, eletrocoagulação, aplicação de laser, crioterapia, cirurgia, escleroterapia até administração de Interferon. O objetivo deste trabalho é apresentar o relato de um caso clínico de um paciente portador dessa neoplasia na mucosa jugal.



Tráfico Semanal