PDF: Procedimentos multidisciplinares utilizados na recuperação da DVO durante a reabilitação estética e funcional

A diminuição da Dimensão Vertical de Oclusão (DVO) pode apresentar características semelhantes àquelas verificadas no envelhecimento, pois determina alterações na face do paciente, tanto do ponto de vista muscular, quanto relacionado às ATMs.

recuperação-da-DVO


Este trabalho discute a respeito das causas e consequências extra e intrabucais da perda da dimensão vertical, e propõe terapia para recuperação desta distância. 

► Leia também: PDF: Reabilitação oral de paciente com Síndrome da Combinação

Através do relato de caso evidenciamos a importância da documentação odontológica e anamnese para o fechamento do diagnóstico e correto plano de tratamento, tendo em vista que as características da perda da DV são variadas e as etiologias multifatoriais. A recuperação da altura do terço inferior da face foi conseguida com o emprego de próteses de recobrimento oclusal do tipo "overlays", utilizadas pela paciente por um período de tempo até que cumprisse o período de adaptação à nova DV.

Passado esse período a mesma foi submetida a processo restaurador com resina composta fotopolimerizável nos dentes remanescentes e próteses parciais removíveis a grampos bilaterais. Ao final do tratamento ficou claro o desaparecimento dos sinais e sintomas antes relatados, além da harmonização da face. Diante disso, justificamos o emprego dessa modalidade protética como terapia de recuperação da perda de DV e de suas repercussões clínicas.




Os artigos relacionados:
* Reabilitação estética com a utilização de um sistema cerâmico do tipo Y-TZP
* Próteses parciais fixas totalmente cerâmicas: fatores que determinam sucesso e fracasso

Tráfico Semanal

ANF

Get our newsletter