Selante resinoso invasivo em fóssulas e fissuras de molares de paciente com risco ao desenvolvimento de lesões de cárie

A prevenção da ocorrência de lesões de cárie tem tido um grande avanço ao longo dos anos, principalmente devido ao maior acesso ao flúor pelas populações. 

selante-fissura


Além disso, a maior conscientização da população, com respeito à necessidade de técnicas de higiene bucal e ao emprego de dietas menos cariogênicas, tem contribuído para a redução dos índices de lesões de cárie. Entretanto, lesões de cáries oclusais de primeiros molares permanentes ainda são as mais frequentes.

► Leia também: MANUAL ODONTOPEDIATRIA: Clínica Odontológica Infantil Passo a Passo

As crianças e adolescentes mais propensos e com risco elevado à doença cárie devem ter as fóssulas e fissuras de seus dentes seladas, como uma das formas de prevenção.Os selantes dentários agem como uma barreira mecânica contra a colonização de novos microorganismos nesses locais, além de prevenir a penetração de carboidratos fermentáveis, de modo que o remanescente bacteriano não seja capaz de produzir ácidos em concentrações cariogênicas.

As bactérias são capazes de se reproduzir em superfícies profundas e estreitas, porém em muitos casos, as cerdas das escovas dentais não chegam às profundezas destes espaços para remover tais bactérias. Assim, quanto maior a inclinação dos planos das cúspides como fóssulas e fissuras, maior a chance de se desenvolverem lesões de cáries; enfim, uma lesão de cárie poderia ser evitada por meio do controle do biofilme, sobre a sua superfície. 

Neste contexto, materiais de vedação são ideais para preencher as depressões anatômicas dos dentes, criando uma obstrução física, que impedirá a passagem de bactérias, resíduos de alimentos e nutrientes para estes espaços microscópicos.



Tráfico Semanal

ANF

Get our newsletter