ORTODONTIA PDF: Má oclusão Classe I de Angle tratada com extrações de primeiros molares permanentes

A má oclusão Classe I de Angle é caracterizada por uma relação anteroposterior normal nos molares, que pode ou não estar acompanhada por alterações esqueléticas - nos planos vertical ou transverso - ou dentárias.

Má-oclusão-Classe-I


A biprotrusão, revelada pela inclinação acentuada dos incisivos superiores e inferiores para vestibular, somada ao trespasse horizontal excessivo, faz com que o paciente fique mais exposto a traumas dentários, além de causar comprometimento estético. 

Leia também: PDF: Etiologia das Más Oclusões - Causas Hereditárias e Congênitas, Adquiridas Gerais, Locais e Proximais (Hábitos Bucais)

A escolha dos dentes a serem extraídos para a correção, geralmente, recai sobre os primeiros ou segundos pré-molares, devido à sua posição na arcada.

Contudo, a extração do primeiro molar permanente, em função de algum comprometimento, por cárie ou restauração extensa, pode ser uma alternativa, proporcionando a manutenção de um dente hígido em detrimento de outro já manipulado. O presente caso, tratado de maneira incomum, pela extração dos quatro primeiros molares permanentes, foi apresentado à Diretoria do Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial (BBO), representando a categoria 2, como parte dos requisitos para a obtenção do título de diplomado pelo BBO.

HISTÓRIA E ETIOLOGIA

O paciente, leucoderma, do sexo masculino, com 13 anos e quatro meses de idade, apresentou-se para exame inicial com a queixa principal de protrusão dos incisivos superiores. Tinha bom estado geral de saúde e relatou história médica de bronquite e alergia. Não apresentava hábitos de sucção ou postural e possuía deglutição e fonação normais. Em relação à saúde bucal, apresentava os primeiros molares inferiores com grande destruição coronária, segundos molares inferiores e primeiros molares superiores com lesão cariosa na superfície oclusal, presença de cálculos e gengivite.

Tráfico Semanal