PDF: Sialolito de grandes dimensões no ducto da glândula submandibular

O objetivo deste trabalho é descrever o caso de um sialolito de grandes dimensões em glândula submandibular.

Sialolito-glandula-submandibular


Paciente do sexo feminino, leucoderma, 53 anos, procurou o cirurgião- dentista queixando-se de xerostomia, dor e inchaço na região de assoalho bucal, principalmente observado durante as refeições. O exame físico revelou uma tumefação em região submandibular esquerda, sensível a palpação, além de aumento de volume intra-oral firme, na região sublingual esquerda. 

Ao ordenhar a glândula submandibular, houve saída de pus. A radiografia oclusal inferior evidenciou extensa imagem radiopaca extensa, bem delimitada, cilíndrica e alongada. A associação dos exames clínicos e radiográficos levou ao diagnóstico de cálculo salivar.


Foi realizada excisão cirúrgica da lesão sob anestesia local, com preservação da glândula submandibular. O exame anatomopatológico do cálculo revelou, na macroscopia, uma peça cirúrgica de consistência dura e cor amarela medindo 2,2 cm de diâmetro e, na microscopia, a presença de laminações concêntricas de material calcificado. 

A paciente encontra-se em acompanhamento há 2 anos e 8 meses, sem queixas de função glandular ou fluxo salivar, sem aumento de volume e exame radiográfico sem alterações. Apesar das grandes dimensões do sialolito, sua localização próxima à saída do ducto permitiu um tratamento conservador com bons resultados para a paciente.

RELEVÂNCIA CLÍNICA
Por ser uma das alterações de glândulas salivares mais prevalentes, justifica-se o relato desse caso de sialolitíase, que se destaca pelo tamanho do cálculo encontrado. Dessa forma, é importante que o cirurgião-dentista esteja ciente da possibilidade de se deparar com um sialolito de grandes dimensões.




Artigos Relacionados

Tráfico Semanal

Get our newsletter