PDF: Arco lingual como mantenedor de espaço na perda precoce de dentes decíduos


Os dentes decíduos mantêm o espaço, tanto no sentido mesiodistal quanto cérvico-oclusal, para o correto posicionamento dos permanentes.


Quando perdidos precocemente, pode ocorrer a migração dos adjacentes para a região da perda, levando ao fechamento ou redução do espaço destinado à irrupção do dente permanente sucessor, ao encurtamento do arco e à extrusão do dente antagonista.

PDF: MANUAL ODONTOPEDIATRIA: Clínica Odontológica Infantil Passo a Passo

Portanto, está indicada a manutenção do comprimento do arco dental quando há perdas precoces de dentes decíduos, buscando prevenir más oclusões.

Quando ocorrem perdas precoces bilaterais de um ou mais molares decíduos mandibulares, o mantenedor de espaço de eleição é o arco lingual. 

Este estudo tem por objetivo descrever as fases clínicas e laboratoriais de confecção do arco lingual fixo, exemplificando com o relato de um caso clínico.


Relato de caso

Uma paciente em fase de dentadura mista realizou o tratamento ortodôntico no ambulatório do setor de ortodontia da Faculdade de Odontologia da UFRGS, utilizando o arco lingual como mantenedor de espaço e conjuntamente braquetes colados nos primeiros prémolares inferiores e segmentos de fios e molas abertas entre estes e os primeiros molares permanentes, para permitir a erupção dos segundos pré-molares inferiores. 

Considerações finais

O resultado obtido com o tratamento pode ser considerado satisfatório, especialmente se for considerada a simplicidade dos componentes mecânicos empregados.


O arco lingual tem um papel importante na prevenção de má oclusão em casos de perdas precoces, prevenindo a movimentação lingual dos incisivos inferiores permanentes e a movimentação mesial dos primeiros molares inferiores permanentes.








Dentística