PDF: Microdureza de resinas em função da cor e luz halógena

Há mais de 20 anos, os compósitos vêm se popularizando no meio odontológico. Inicialmente, eram quimicamente ativados, passando então a serem ativados por luz ultravioleta na década de 70 e ativados por luz visível ou halógena no início da década de 80.

resinas-dentales


Leia também: Emprego de técnica cirúrgica e materiais adesivos diretos no fechamento de diastemas

Este sistema de ativação, utilizando fontes de luz dentro de um espectro de luz visível, trouxe vantagens sobre o sistema de ativação anterior, como: menor porosidade, adequado tempo de trabalho, rápida polimerização com ótimas propriedades físicas, melhor adaptação marginal, menor contração de polimerização, favorecendo desse modo a estética final.

Os compósitos podem ser classificados quanto ao tamanho e forma de suas partículas de carga. 

A morfologia e tamanho das partículas têm grande influência nas diversas propriedades do material, como lisura superficial, viscosidade, resistência à fratura, desgaste, contração e profundidade de polimerização.



Tráfico Semanal