PDF: Estimativa da variação topográfica na determinação do ponto pório

A craniometria é geralmente definida como sendo uma técnica ou um sistema convencional que determina a medição do crânio de maneira sistematizada universalmente, o que permite a avaliação comparativa entre estudos realizados por diferentes pesquisadores.

ponto-porio


A medição do crânio seco em pontos de referência osteológicos foi aplicada aos seres humanos vivos posteriormente, de forma que pudesse ser realizado um estudo longitudinal do crescimento craniofacial. 

► Leia também: PDF: Estudo cefalométrico das características tegumentares de pacientes com má oclusão de Classe III

O método cefalométrico nunca poderia ser totalmente preciso, uma vez que as medições eram realizadas por meio da pele e da cobertura de tecido mole. A medição da cabeça a partir das sombras dos pontos de referência ósseos e de tecido mole na imagem radiográfica tornou-se conhecida como "cefalometria radiográfica". 

Medições cefalométricas são amplamente usadas em ortodontia e cirurgia para estudos detalhados das dimensões dos ossos da face e do crânio. Tais dimensões são estabelecidas por meio das medidas angulares, distâncias lineares ou relações entre estruturas anatômicas definidas, que são usadas como pontos de referência.

Uma das grandes dificuldades e fonte de erros na determinação dos pontos cefalométricos é a definição da localização do ponto e das estruturas relacionadas. Um dos pontos cefalométricos em questão é o pório. Salzmann2(1966) definiu o ponto pório como sendo o ponto localizado na porção mais superior do meato acústico externo. 

Em contrapartida, Peck e Peck (1970) e Rosenblum4 (1995) definem este ponto como sendo a porção mais superior da oliva, substituindo o trago.



Tráfico Semanal